FEBAFES promoveu troca de experiências entre Quilombolas e assentados da reforma agrária

FEBAFES promoveu troca de experiências entre Quilombolas do Kaonge de Cachoeira e Assentamento Desterro de Monte Santo, acompanhado pela FUNDESF / INCRA.

A assentada Maria Araújo da Silva e a técnica social de ATER Dilma Melo Carneiro participaram de oficina de turbante, além de trocar experiências sobre aspectos culturais, religiosos, dos modelos de organização, de produção e da culinária do quilombo.

Na oportunidade o quilombola Ananias Viana, juntamente com Lívia, Jucélia, contaram um pouco sobre o cotidiano da comunidade, sobre estratégias de potencializar a geração de renda e acesso ao mercado.

A assentada Maria contou sobre os avanços a partir da ATER executada pela FUNDESF/INCRA, bem como os desafios e gargalos que ainda atrapalham a autonomia financeira das famílias assentadas de Monte Santo, entre as principais estão a escassez de água, de tecnologia de convivência com o semiárido e acesso ao mercado.

Durante a troca de experiências, o quilombola Ananias Viana firmou compromisso de contribuir com as assentadas e assentados apoiados pelo FUNDESF/INCRA no processo de organização coletiva e empreendedora principalmente das mulheres para fortalecer a autoestima e empoderamento social coletivo.

Ainda durante a visita, Maria e Dilma puderam visitar o restaurante e conhecer práticas de alimentos produzidos de forma artesanal pelos quilombolas, como: Azeite de dendê, Xarope feito de ervas medicinal, e ostras cultivadas na Reserva Marinha Baía do Iguape – RESEX, no Território de Identidade do Recôncavo baiano.




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *